HOME
QUEM SOMOS
ATENDIMENTO
BOLETIM
PODCAST
PERGUNTE AO PASTOR
SIMPÓSIO
Pesquisa personalizada
IPB
 
boletim informativo nº 25/2015
Domingo, 21 de Junho de 2015

Uma Recepção Duvidosa

Os efeitos dos sinais realizados pelo Senhor Jesus na festa da Páscoa repercutiram na Galileia (João 4:1-45). No caminho de Jesus de Sicar para Galileia, ele testificou: “Nenhum profeta tem honra na própria terra natal.” (versículo 44). “Jesus nasceu em Belém da Judeia, cresceu em Nazaré da Galileia e fez de Cafarnaum […] o quartel general do seu ministério.” (Tenney, Enciclopédia da Bíblia, volume 2). Após a estadia na Judeia (João 4:4), Jesus passou por Samaria e se direcionou outra vez à Galileia, onde foi bem recepcionado. Uma resposta apressada poderia afirmar que o recebimento de Jesus da parte dos judeus galileus resultou do reconhecimento do seu ministério como o foi pelos Samaritanos (João 4:39-42). Contudo, João explicita o motivo da recepção galileia: os sinais operados na festa de Páscoa (João 2:23-25) repercutiram em vários lugares, chegando ao território galileu. A lembrança do milagre das bodas de Caná com os sinais visíveis na festa da Páscoa proporcionaram uma ascensão do nome de Cristo: Jesus estava sendo honrado por causa dos sinais que fizera (diferente da honra dada pelos samaritanos, devido à Palavra). Assim, se João esclarece que os anfitriões da Galileia recepcionaram o Senhor Jesus porque viram e ouviram dos sinais que ele fizera na Páscoa, a motivação galileia torna-se duvidosa quanto ao entendimento que tinham de Jesus. Não descartamos os sinais como uma forma pedagógica que testifica quem Cristo é (João 20:31), preparando o terreno para a Palavra. Todavia, testemunho não tem o poder de transformar o coração e a mente de ninguém. Jesus não saiu da Judeia em direção a Galileia porque foi menosprezado ou buscava honra, respectivamente — se assim o fosse, ficaria em Samaria. A ida de Jesus para Galileia foi impulsionada pelo cumprimento de fazer a vontade de Deus Pai. O caminho de Samaria para Galileia nos proporciona algumas lições importantes: 1. A busca de reconhecimento não deve ser a motivação do cristão. Tendo Jesus o conhecimento do que se esperava (aplausos e escárnios) ele desenvolveu sua missão buscando cumprir cada momento voltado para a glória de Deus Pai. Fazer algo ou deixar de fazê-lo devido aos elogios ou falta deles, demonstra o quanto estamos distante do cumprimento do serviço a Deus. 2. Por vezes, na fidelidade da Palavra de Deus, depararemos com certas situações que não quereríamos nos apresentar como voluntários, como realizar algo onde todo nosso esforço será menosprezado por pessoas que serviremos. Entretanto, não podemos mercadejar a Palavra para torná-la agradável, o propósito estabelecido por Deus deve ser cumprido (e será). Seja fiel a Deus. 3. Devemos desenvolver, na dependência do Espírito Santo, o conhecimento de Jesus Cristo como nosso Salvador e Senhor. A resposta subjetiva do que nossos olhos e corações contemplam não são suficientes para levar-nos ao amadurecimento cristão. Sobre o resultado da subjetividade do ver e sentir deve estar a Sagrada Escritura. A receptividade dos galileus estava fundamentada nos sinais que viram ou ouviram Jesus realizar. Doravante, pelos registros do evangelho, quando Cristo proclamava a Palavra do Reino de Deus, muitos corações se escandalizavam, a missão de Deus se cumpria e Deus estava sendo glorificado.

Aniversariantes

Dia 21 Roberto Vieira, telefone 3312 5136.
“Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos coração sábio.” Salmo 90:12. Parabéns a todos, e que o Senhor lhes abençoe!

Estatutos da IPB

Regimento Interno do Supremo Concílio
Capítulo IV
Do Funcionamento
D) Comissões e outras organizações

(CI/IPB artigos 98-105, 107)
Artigo 32 A mesa constitui-se em Comissão Executiva (CI/IPB artigo 102 §1º), no interregno das reuniões, competindo-lhe:
a) Zelar pela pronta e fiel execução das ordens emanadas do plenário, ou baixadas, nos interregnos, em caráter urgente pelos Concílios superiores (CI/IPB artigo 104, alínea “a”).
b) Administrar o patrimônio do Concílio.
c) Representar a personalidade jurídica do Concílio, por meio do Presidente, ativa, passiva, judicial e extrajudicialmente.
d) Resolver assuntos de urgência, de atribuição do Concílio, quando surgirem nos interregnos, sempre ad-referendum do plenário, observando o disposto no parágrafo único do artigo 104 da Constituição.
e) Zelar para que as igrejas enviem fielmente os dízimos do Supremo Concílio.
f) Prestar relatório ao Concílio.
§1º Os secretários de trabalhos especiais poderão discutir, nas reuniões da Comissão Executiva, os assuntos das respectivas Secretarias, sem direito a voto.
§2º Pode o Concílio, sempre que julgar oportuno, organizar autarquias e participar da direção de entidades paraeclesiásticas (CI/IPB artigos 105 e 107).

Cultos de Oração e Estudo Bíblico

Amado irmão, não deixe de comparecer aos cultos de doutrina e de oração, todas as terças e sextas-feiras, respectivamente. No mês de junho, o culto de oração estará sob a responsabilidade do Conselho da igreja. No mês de julho o culto de oração é de responsabilidade da direção da escola dominical.

Construção do Novo Templo

Conta para a arrecadação de doações para a construção do novo templo: Banco Santander, agência 3328, conta corrente 13000174-8. “Até aqui nos ajudou o Senhor.” 1 Samuel 7:12.

Atividades da Semana:
Reverendo Geomário

Dia 21 Manhã e noite: culto Solene, pré-inauguração do 14° Simpósio.
Dia 22 Manhã: folga; tarde: cuidar dos pais.
Dia 23 Manhã: gabinete; tarde: visita; noite: estudo bíblico.
Dia 24 Manhã: gabinete; tarde: cuidar dos pais.
Dia 25 Manhã: gabinete; tarde: visita.
Dia 26 Manhã e tarde: gabinete; noite: culto de oração.
Dia 27 Manhã: atividades pastorais.

Atividades da Semana:
Seminarista Weber

Dia 21 Manhã: escola dominical; noite: culto solene.
Dia 22 Manhã: quartel; tarde: estudo; noite: seminário.
Dia 23 Manhã: secretaria; tarde: estudo; noite: culto.
Dia 24 Manhã: quartel; tarde: secretaria; noite: estudo.
Dia 25 Estudo.
Dia 26 Manhã: quartel; tarde: secretaria; noite: seminário.
Dia 27 Estudo.

Dados dos Membros

A Secretaria pede para que os irmãos e irmãs matriculados (membros da 3ª IPT) observem os seus dados pessoais no quadro de aviso para atualizá-los, se necessário.

Resoluções do Conselho

1. Toma conhecimento dos seguintes nomes de membros comungantes indicados pela igreja ao oficialato. Presbisterato: Jan Uilles, Emerson Freitas do Carmo, Gilberto Carlos do Nascimento, Antônio Sinval Torres Guerreiro, Dênis Tavares, Weber Rodrigues Milhomens e Marcos Roberto Macedo Sales. Diaconato: Eder Pedro Aragão Oliveira, Eduardo Barnabé, João Guilherme, Elson Amâncio dos Reis, Izaías Miranda dos Santos, Mauro Roberto da Silva e Daniel. Dos nomes citados, os presentes na reunião foram Marcos Roberto Macêdo, Jan Uilles e Weber Rodrigues Milhomens.
2. Toma conhecimento e autoriza o pedido de férias da irmã Sandra Lúcia Silva de Almeida Rodrigues, zeladora da igreja.

Avisos

 No culto solene de domingo será dada posse aos integrantes das equipes do 14° Simpósio.
 No dia 23 de junho, após o culto, haverá reunião com o Ministério de Educação Cristã.
 No dia 27 de junho (sábado), das 9h às 12h, haverá reunião de planejamento com todos os oficiais da igreja e liderança.
 Conforme a deliberação na ata 492, de 1º de abril, item 6, o Conselho convoca assembleia extraordinária para o dia 30 de agosto, visando eleição pastoral nos termos do artigo 83 letra “e”, e indica o nome do reverendo Geomário como candidato do conselho, abrindo oportunidade para que os membros da igreja indiquem até o dia 30 de julho o nome de até dois candidatos para concorrer.

14° Simpósio de Evangelização

Hoje será realizado o pré-lançamento do simpósio, onde serão apresentados o coordenador geral e coordenadores de equipes, e apresentados os membros das equipes, nominalmente. Nesse dia de programação especial, toda a igreja será convocada a estar envolvida na programação do simpósio, em oração e convidando pessoas, de preferência quem não teve contato com o evangelho, para estarem participando do simpósio.

País de Oração: Trinidad e Tobago

Localização Caribe
Capital Port of Spain
Extensão territorial 5.130 km2
Idioma Inglês
População total 1.344.235 habitantes
PIB 24.463 milhões de US$
Moeda Dólar de Trinidad e Tobago

Trinidad e Tobago

Fonte IBGE Países@ www.ibge.gov.br/paisesat/

veja mais
Interação:
Feed RSS
Versão em PDF
Receba por e-mail:
Arquivo:
- 2017 - Arquivo ZIP 2017 (8 MB)
- Dezembro
50/2017 - dia 10
49/2017 - dia 03
+ Novembro
+ Outubro
+ Setembro
+ Agosto
+ Julho
+ Junho
+ Maio
+ Abril
+ Março
+ Fevereiro
+ Janeiro
+ 2016 - Arquivo ZIP 2016 (8 MB)
+ 2015 - Arquivo ZIP 2015 (9 MB)
+ 2014 - Arquivo ZIP 2014 (8 MB)
+ 2013 - Arquivo ZIP 2013 (8 MB)
+ 2012 - Arquivo ZIP 2012 (10 MB)
+ 2011 - Arquivo ZIP 2011 (11 MB)
+ 2010 - Arquivo ZIP 2010 (10 MB)
+ 2009 - Arquivo ZIP 2009 (9 MB)
+ 2008 - Arquivo ZIP 2008 (7 MB)
+ 2007 - Arquivo ZIP 2007 (6 MB)
+ 2006 - Arquivo ZIP 2006 (5 MB)
+ 2005 - Arquivo ZIP 2005 (6 MB)
+ 2004 - Arquivo ZIP 2004 (2 MB)
+ 2003 - Arquivo ZIP 2003 (5 MB)
home | quem somos | atendimento | boletim | podcast | pergunte ao pastor | simpósio | política de privacidade
Copyright © 2017 3ª Igreja Presbiteriana de Taguatinga | Webmaster | Design, desenvolvimento e hospedagem: Vini Costa