Eterna Juventude (Efésios 5:25-27)

“Cristo amou a igreja e se entregou por ela, para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, para a apresentar a si mesmo como igreja gloriosa, sem mancha, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito” (Efésios 5:25-27). “Nem coisa semelhante” isto é, “sem qualquer outra imperfeição”, uma igreja “inculpável”. O texto diz respeito da igreja triunfante, ou igreja que habita eternamente no céu de luz. Os salvos que estão na terra são conhecidos como “igreja militante”, ou seja, igreja que luta constantemente contra as trevas, em ativa defesa da santa causa de Cristo. Como devem viver os membros da “santa igreja de Cristo?” Os membros desta igreja devem viver em constante fuga de tudo que “provoca pensamentos malignos”, ou como nos exorta a Palavra: “Fujam da imoralidade sexual” (1 Coríntios 6:18). Após esta palavra de ânimo contra a imoralidade, vem a exortação em sentido positivo. Os membros da igreja, enquanto militante, devem: seguir “a justiça, a fé, o amor e a paz”, cada crente deve ser cuidadoso no ensino das Escrituras e ser dotado de paciência a fim de disciplinar “com mansidão os que se opõem a ele” (2 Timóteo 2:22-26). Gostamos muito das palavras iniciais de Isaías 55 que nos apresentam o gracioso convite de Deus. Mas o convite é seguido pela descrição da maneira como devem viver os que ouvem e aceitam o maravilhoso convite: o ímpio deve abandonar os caminhos da iniquidade, que significa não falar nem fazer nada que seja contrário à justiça, considerar, sem qualquer parcialidade, os direitos de cada um, levando sempre em conta o que é justo. O crente em Jesus deve viver em integridade em todo o seu procedimento. E deve abandonar todo tipo de pensamento mau (Isaías 55:7). Escrevo estas palavras clamando: “Ó Deus, tem pena de mim, que sou pecador!” (Lucas 18:13). O membro da igreja militante é alguém que está em constante luta em busca da perfeição, na certeza de que, pela graça de Deus, atingirá o seu objetivo. O crente vive aqui como filho de Deus, sabendo que “ele ainda não nos mostrou o que seremos quando Cristo vier. Todavia, sabemos que quando Ele se manifestar seremos semelhantes a Ele, pois o veremos como Ele é” (1 João 3:2). A partir de então desfrutaremos de eterna e gloriosa juventude, completamente imunizados contra todo tipo de mancha, ruga, ou qualquer coisa semelhante, ou santos e sem defeito. Oh, glória!

Com amor – pastor José Loures.

Posts Relacionados