O Natal e o brandir da “espada do Espírito” (Mateus 4:1-11)

O presente texto registra a tentação a que o Cristo do Natal sofreu. Foram três investidas poderosas, todas elas rechaçadas, e o inimigo se retirou em esmagadora derrota. O Senhor Jesus brandiu com maestria a espada do Espírito dizendo três vezes: “Está escrito”, e por três vezes manejou a Palavra que refulgia em gloriosa face, desferindo golpes certeiros e irresistíveis: “Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que proceda da boca de Deus. Não tentarás o Senhor, teu Deus. Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto”.  (versículos 4, 7 e 10). A lição que destaco para nós, nesta emocionante ocorrência, diz respeito ao poder, valor e utilidade das Escrituras. O Senhor Jesus Cristo, com uma só palavra, poderia expulsar o tentador de sua presença. Mas o Mestre preferiu fazer o que devemos fazer diante das tentações: usar o Livro de Deus, que é poderoso contra as astutas investidas de Satanás. Neste período natalino peço a Deus que abençoe o povo de Deus que vive no Brasil, ajudando-nos a descobrir a preciosidade que é a Santa Bíblia. Você conhece a sua Bíblia? A respeito da vida daqueles que creem no Cristo do Natal, o apóstolo Paulo transmite pertinentes e preciosas lições abrangendo nosso cuidado com a Palavra de Deus. Diz ele: “Faça todo o possível para conseguir a completa aprovação de Deus, como um trabalhador que não se envergonha do seu trabalho, mas ensina corretamente a verdade do evangelho” (2 Timóteo 2:15, NTLH), e na Versão Atualizada “a verdade do evangelho” é traduzida como “a palavra da verdade” que para nós é simplesmente a nossa Bíblia, muitas vezes explicada de maneira errada em nossos dias. Faço votos de Feliz Natal para você, pedindo ao Espírito que abra o seu entendimento para a boa e correta compreensão daquilo que “está escrito” pelo onipotente dedo de Deus.

Com amor – pastor José Loures.

Posts Relacionados